22 dezembro 2017

Apesar da queda nas taxas de juros, "pagamento mínimo" do cartão ainda é uma cilada


O rotativo do cartão de crédito, conhecido popularmente com “pagamento mínimo”, é o valor que o consumidor paga na fatura do cartão quando não consegue pagar o valor total. Trata-se de um empréstimo.

A taxa de juros para essa modalidade de pagamento em dia vem caindo. Em novembro ela ficou em 218,3% ao ano, com redução de 2,8 pontos percentuais em relação a outubro, de acordo com dados divulgados hoje (22), em Brasília, pelo Banco Central (BC).

A taxa cobrada dos consumidores que não pagaram ou atrasaram o pagamento mínimo da fatura também caiu 3,2 pontos indo para 410,4% ao ano, em agosto. Com isso, a taxa média da modalidade de crédito ficou em 333,8% ao ano, com queda de 4,2 ponto percentual em relação a outubro.
Apesar da queda nas taxas de juros, pagamento mínimo do cartão ainda é uma cilada.

Nota do Blog: Os bancos pegam dinheiro dos clientes, emprestam a 333,8% ao ano (somente nessa modalidade de crédito) e pagam uma taxa média de 6% ao ano. É agiotagem institucionalizada, um negócio mais lucrativo que o tráfico de drogas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário