Carta original de Rodolfo Fernandes

Mossoró vai receber, no próximo dia 13 de junho, a carta original que foi enviada pelo então prefeito do município, Rodolfo Fernandes, ao bando de Lampião. Na carta, o prefeito se recusa a entregar o dinheiro exigido pelo cangaceiro. A carta foi endereçada ao coronel Antônio Gurgel, que era refém do bando de lampião, e informava que o município não entregaria os 400 contos de réis, quantia que Lampião exigia para não invadir a cidade. Dizia o manuscrito:
"Antônio Gurgel,
Não é possível satisfazer-lhe a remessa dos 400.000 contos, pois não tenho, e mesmo no comércio é impossível encontrar tal quantia. Ignora-se onde está refugiado o gerente do Banco, Sr. Jaime Guedes. Estamos dispostos a recebê-los na altura em que eles desejarem. Nossa situação oferece absoluta confiança e inteira segurança.
Rodolfo Fernandes"
Com a negativa do prefeito de Mossoró, o bando do cangaceiro resolveu invadir a cidade em 13 de junho de 1927, enfrentando forte resistência do povo mossoroense, que repeliu a invasão.

O documento histórico foi encontrado pelo jornalista e historiador sergipano Robério Santos, que decidiu entregá-lo para a Prefeitura de Mossoró. Em vídeo publicado nas redes sociais, Robério Santos explica que um documento tão importante e com uma representatividade histórica tão grande deve ser entregue ao município. “Essa carta não merece estar na mão de um particular. Felicidade em tê-la encontrado, mas ela será dirigida para o Museu Lauro da Escóssia, em Mossoró”, disse.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem